Sementes

wave

A soja é a principal cultura do grupo em área plantada, representando 60% de toda sua área cultivada, ocupando 129.208,00 mil hectares na safra 2018/19. O estado do Mato Grosso é a principal região produtora de soja do Grupo, mas sua produção também se distribui pelos Estados do Goiás, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Bahia, Maranhão e norte de Minas Gerais. Produz sementes convencionais e geneticamente modificadas, com tecnologia genética Monsoy (soja) e TMG (soja e algodão), além de forrageiras para cobertura de solo e manejo de doenças. O cultivo ocorre de setembro a março, quando a soja é colhida mecanicamente e armazenada em armazéns próprios e de terceiros, sendo posteriormente vendida in natura para o mercado interno e externo.

wave

A empresa é um dos principais produtores de algodão no país. Iniciou o cultivo de algodão no estado do Mato Grosso em 1998. O algodão representa quase 20% de toda sua área cultivada, ocupando 71.119,00 mil hectares na safra 2018/19. O plantio do algodão é realizado a partir do mês de dezembro e a colheita se inicia em junho, durante o período de seca no cerrado brasileiro. A topografia plana do Cerrado permite que a colheita seja mecanizada. O algodão colhido é beneficiado nas algodoeiras próprias do grupo, onde a pluma é armazenada e posteriormente comercializada nos mercados interno e externo.

O grupo integra o Instituto Algodão Social (IAS), organização cujo objetivo é promover a responsabilidade empresarial entre os produtores de algodão no país. Entre os objetivos propostos pela IAS estão a regularização das relações do trabalho, a gestão ambiental e a busca da certificação de seus produtos para a correta adequação às novas exigências do comércio interno e internacional. Além de seguir as recomendações da IAS, no sentido de tornar a cadeia de valor do algodão mais responsável, o Grupo Bom Jesus investe em cada uma das etapas de produção para garantir produtividade e qualidade. As ações incluem a manutenção de terras produtivas, a utilização de sementes de excelente qualidade e livres de pragas e doenças, a boa correção e adubação do solo e o escoamento da commodity por meio de transportadora própria.

A Bom Jesus Sementes comercializa as melhores cultivares de algodão com a tecnologia B2RF. Alta produtividade, rentabilidade e segurança são nossas características principais.

wave

Estamos nos preparando para o seu Sistema de Rotação de Culturas.

  • Braquiária (Brachiaria ruziziensis)
  • Capim Sudão (Sorghum sudanense)
  • Crotalária (Crotalaria juncea, Crotalaria ochroleuca, Crotalaria spectabilis)
  • Milheto (Pennisetum glaucum)
  • Nabo Forrageiro (Raphanus sativus L.)
  • Trigo Mourisco* (Fagopyrum esculentum)
wave

A unidade mais moderna da Bom Jesus está localizada em Pedra Preta, onde o Grupo Bom Jesus possui, em parceria com a Syngenta, uma máquina de tratamento de sementes. Com vistas a aumentar a produtividade e a qualidade, a Bom Jesus faz investimentos constantes em áreas agrícolas férteis, na contratação de técnicos especializados, em laboratórios de análise, biotecnologia e automatização dos processos. As sementes podem receber tratamento industrial, sendo mais indicado do que o tratamento na fazenda, porque não oferece risco de contaminação que comprometa a saúde do trabalhador e o meio ambiente.

Somos o único produtor de sementes do cerrado, certificado em todas as edições da Certificação de Excelência em Tratamento de Sementes Industrial – Seedcare.

Esse selo assegura que todos os critérios de qualidade e segurança no TSI sejam cumpridos durante o processo.

wave

A área de refúgio consiste no plantio de soja não Bt como parte da área a ser plantada. Essa prática colabora para a manutenção de uma população de insetos suscetíveis a tecnologia Bt.

A área de refúgio deve atender aos seguintes critérios:

  • Estar próxima da área cultivada com a tecnologia Bt, a menos de 800 metros de distância.
  • As dimensões e proporção em relação a área com cultivo Bt devem ser direcionados pelo obtentor da tecnologia.
  • A não adoção de áreas de refúgio para plantios com plantas Bt pode levar a um risco potencial da adaptação das pragas às proteínas Bt, levando a redução de sua eficácia.
  • Para prolongar a efetividade das proteínas Bt expressas em plantas transgênicas ou mesmo das proteínas Bt pulverizadas sobre as plantas é necessária a implementação de práticas conhecidas como programas de Manejo de Resistência de Insetos (MRI).